Documento sem título
   
 
 
 
 
 
 
Rua Anchieta, 355 - Jundiaí-SP
 
 
Nesta sessão você encontrará notícias e artigos para manter sua saúde sempre em dia!
 
27/09/2018
Investir no detox melhora o organismo

Você tem a sensação de estar constantemente irritada, cansada, inchada e sofre com dores de cabeça com frequência? Isso pode ser um sinal de que seu organismo está intoxicado.

A exposição à poluição, a agrotóxicos e o consumo de alimentos industrializados, ricos em gorduras ou em açúcar podem ser os responsáveis por esse incômodo. Investir no detox é a solução para mandar esse problema embora, desinchar e, de quebra, perder peso. Confira como esse tipo de dieta funciona e o que você pode incluir no cardápio para eliminar as substâncias nocivas.

Explicando

O organismo possui mecanismos próprios para eliminar as toxinas, porém, às vezes, ele precisa de um empurrãozinho para intensificar o processo. “Todas as células do corpo são capazes de realizar a desintoxicação, mas existe um órgão primordial com esta finalidade: o fígado. Para ele e todas as outras células funcionarem bem é preciso ter nutrientes específicos envolvidos”, explica a nutricionista Ingrid Bigotto, da OligoFlora. Assim, para auxiliar esse procedimento, é preciso evitar os alimentos responsáveis pela produção dessas substâncias nocivas e aderir aos que auxiliam na eliminação delas.

Escolhas certas

Para livrar o corpo dos elementos tóxicos e mandar embora aquelas quilinhos indesejados é preciso fazer escolhas conscientes na hora das refeições. Reduzir o consumo de carnes vermelhas, leite e derivados e alimentos processados e que contém glúten, por exemplo, é um passo importante para a eficácia dessa dieta. Além disso, deve-se incluir no cardápio frutas, legumes, verduras, sucos naturais e chás, como o de carqueja, o de boldo e o verde, que auxiliam na purificação do organismo.

Entendendo

O leite e os seus derivados e o glúten são constantemente colocados como vilões de uma dieta equilibrada. Mas você sabe por quê? “Ao longo dos anos nosso corpo diminui a produção da enzima lactase, responsável por digerir a lactose, açúcar presente no leite. Isso acarreta em desconfortos, como distensão abdominal, gases e alterações no funcionamento intestinal”, explica a nutricionista Aritiane Silva, do Instituto Prevenção Personalizada. Já o glúten é uma proteína de difícil digestão e “o excesso dela acaba "irritando" a mucosa e atrapalhando a digestão, gerando os mesmos desconfortos”, acrescenta a nutricionista.

Fonte: Alto Astral



 
Documento sem título
           
 
Telefone: (11) 3379-4321 / 4521-9858
Rua Anchieta, 355 - Jundiaí-SP

contato@aguamel.com.br
 
Receba em seu e-mail nossas promoções, lançamentos e dicas de saúde!
Home | Agua Mel | Produtos | Canais | Orçamento | Contato
   
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados
Produzido por FrameSet
 
Aceitamos: